SEJA UM ASSOCIADO
É FÁCIL.
É ACESSÍVEL.
É AMIC.
set
30

AMIC apoia petição em prol da permanência do Porto Seco

A AMIC (Associação de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Oeste do Paraná) vem lutando junto a outras entidades e à Câmara de Vereadores de Cascavel para manter em atividade a Estação Aduaneira do Interior, popularmente conhecida como Porto Seco de Cascavel.

A mobilização das entidades e autoridades em prol da permanência do local aconteceu no último dia 24, em que os presentes assinaram uma petição, pois o contrato de concessão e funcionamento do Porto Seco se encerra no dia 3 de novembro, o que pode acarretar inúmeros prejuízos para toda a região Oeste do Paraná, pois, se encerrado o contrato, as atividades serão interrompidas imediatamente.

Após o encontro, um ofício foi elaborado e assinado para que os produtores locais e regionais se manifestem com a preocupação acerca do tema, pedindo que o contrato seja renovado ou aditivado para que as operações no Porto Seco continuem acontecendo. O ofício será encaminhado ao Governador Ratinho Júnior e outras autoridades do Estado.

Concedido em contrato ainda em 1999 para a administração da CODAPAR (Cia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná) como permissionária da Receita Federal, o “fim do Porto Seco” implica em uma nova licitação para a continuidade dos trabalhos no local.

O Porto Seco é de uso público e tem uma função de extrema importância para a região Oeste paranaense, através do desembaraço aduaneiro de produtos importados e exportados do Brasil, Argentina, Paraguai e Chile. Além disso, por meio do Porto Seco é possível realizar importações e exportações das indústrias e agroindústrias da região via Porto de Paranaguá e Aeroporto Internacional Afonso Pena.