SEJA UM ASSOCIADO
É FÁCIL.
É ACESSÍVEL.
É AMIC.
nov
10

Candidatos recebem carta de reivindicações e sugestões da AMIC

A AMIC Paraná (Associação de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Paraná) realizou, na manhã desta terça-feira (10), um café da manhã com candidatos a prefeito e vice de Cascavel, que participaram da série de sabatinas do projeto “Nossa voz nas Eleições”.  O encontro, realizado em um hotel da cidade, teve o objetivo central de realizar a entrega de uma carta de reivindicações dos micro e pequenos empresários da cidade representando pela AMIC.

Estiveram presentes: Evandro Roman e Gustavo Ferlin da coligação “Renova Cascavel”; Paulo Porto (PT); Samantha Sitnik (candidata a vice da chapa com Marcio Pacheco, do PDT) e Samoel de Mattos (candidato a vice da chapa com Carlos Moraes, do AVANTE). A coligação “Cascavel Mais Humana, Sem corrupção, sem desperdício” - que tem como candidatos a prefeito e vice, Leonaldo Paranhos e Renato Silva, respectivamente - foi convidada, mas não esteve presente, nem mandou representante.

O encontro contou com um breve - mas incisivo – discurso do presidente da AMIC, Sandro Luís Viapiana. Ele fez uma avaliação dos passos dados no projeto “Nossa voz nas Eleições” e da importância dessa interação da entidade com o processo eleitoral, de forma representativa e séria. “Primeiro tivemos as sabatinas, que foram um instrumento fantástico e aprofundado de avaliação dos candidatos e de fomento às causas do setor empresarial. Agora, reunimos tudo aquilo que é importante ser observado pela próxima gestão em uma carta, para formalizar nossas demandas e reinvindicações”, pontuou Viapiana.

O Sindicombustíveis (Sindicato dos Postos de Combustíveis de Cascavel), Sincovel (Sindicato dos Contabilistas de Cascavel), CNA (Central de Negócios Automotivos), Observatório Social de Cascavel e Lideranças Empresariais participaram do projeto como convidados, somando forças com a AMIC na defesa de causas importantes. “Essa participação foi fundamental, pois nos permitiu um leque de abordagem maior, além de nos possibilitar um aspecto técnico relevante para podermos formatar nossas reivindicações e anseios”, avaliou o presidente da AMIC.

Em sua fala, a vice-presidente da AMIC, Sonia Regina Xavier Spengler, comentou sobre a importância da participação nos processos eleitorais, lembrando da resistência encontrada pela entidade para envolver os micro e pequenos empresários de forma mais direta. “Existe um descrédito muito grande com a política, mas precisamos mudar isso com a nossa participação. É nosso dever interagir com o processo, buscando essencialmente que nossa voz seja ouvida”, ponderou Sonia.

A AMIC promete seguir vigilante, contribuindo com movimentos que tenham adesão com seus objetivos, mas, também, criando mecanismos de pressão quando a gestão se desvirtuar daquilo que é considerado essencial. O projeto Nossa voz nas Eleições, com a entrega da carta, fica apenas em sua fase de conscientização, com postagens nas redes sociais da AMIC, concluindo totalmente no próximo dia 14/11, um dia antes da eleição municipal.